Emitir uma nota fiscal é uma parte muito importante na vida de um proprietário, seja para enviar ao Fisco, seja para seus próprios interesses. E emitir uma nota errada é algo que atrapalha o dia de qualquer um. Por isso, vamos ver hoje 7 erros comuns na hora de emitir uma nota fiscal.

Nota Fiscal:

O que é?

A Nota Fiscal é a comprovação que uma venda de fato ocorreu, seja de produto seja de prestação de serviço. Armazenar a nota fiscal após a compra e o recebimento do produto ou do serviço é fundamental, uma vez que pode haver uma cobrança errada de impostos, você tem como provar no que verdadeiramente gastou. Para saber mais sobre NF-e, clique aqui.

Diferença entre NF-e e NFS-e

Existem duas notas fiscais predominantes: a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), que se aplica sobre a venda de produtos; e a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e), que se aplica sobre a prestação de serviços. Atente-se que você pode precisar dos dois tipos de notas, dependendo de como sua empresa atua. Se você tiver, por exemplo, um hotel que possui uma lojinha que vende itens personalizados, terá que usar as duas notas (para o serviço e para o produto).

Erros possíveis de acontecer quando se emite uma nota:

Informações Incorretas

Confira sempre todas as informações antes de emitir a nota, para acabar por não desperdiçar tempo e dinheiro. Dica: faça uma lista com todos os tópicos importantes que devem ser conferidos sempre antes. É melhor usar um pouco do seu tempo conferindo algo que pode prejudicar financeiramente a sua empresa.

Não emitir nota fiscal

Caso sua empresa não emita de forma alguma as notas fiscais obrigatórias, você estará agindo criminosamente, já que não emití-las é considerado sonegação de impostos. Logo, busque sempre emitir as notas para seus clientes, evitando assim multas e dores de cabeça.

Confundir as Notas

Como já tratamos em diversos posts e nesse inclusive, saber qual nota deve ser usada é importante. Confundir as notas só trará problemas, já que você terá que emitir de novo todas que fizer errado.

Não guardar as notas fiscais

Guardar suas notas por um período de 5 anos mais o ano vigente é fundamental, uma vez que sua empresa pode ser multada se fiscalizada nesse período e você não estiver com as notas. Portanto, guarde-as com carinho e fique atento para não perdê-las.

Não prestar atenção na data de emissão e da competência

Seja emitindo uma NF-e seja emitindo uma NFS-e, você deve sempre estar atento à data de emissão e de competência. Muitas pessoas acabam errando essa parte por não saberem a diferença entre essas datas. A de emissão define a data em que a nota será impressa, enquanto que a de competência define a data em que foi prestado o serviço ao cliente (ela não pode ser alterada).

Confundir a DANFE com a Nota fiscal

Ao comprar um produto e receber um documento com diversas informações (CNPJ, valores etc), você recebeu o DANF-e, e não a NF-e. Nesse documento há uma chave de acesso que pode ser utilizada para se obter a NF-e. Caso queira saber mais sobre o DANF-e, clique aqui.

Erro 580

Um erro que pode aparecer quando se emite uma nota fiscal é o “erro 580”, uma espécie de rejeição, que ocorre quando o CNPJ da empresa é informado errado, causando um CNPJ nulo.

Conclusão

Com essas dicas, esperamos ajudar você para que, na hora de emitir uma nota, não cometa esses erros. Uma solução para outros problemas que você pode vir a ter é a Super Empresa, que conta atualmente com 1500 clientes ativos e satisfeitos. Conheça nossa parte de SAT e nota fiscal clicando aqui.

Compartilhe:
WhatsApp
1
Fale com a gente!
Olá podemos ajudar?
Powered by